PESCADOR DE INCERTEZAS

Pescador de incertezas eu sou em tuas águas turbulentas.

Meu coração precário em teu aquário de rimas turvas e barrentas principio onde me aninho precipício e ninho dos teus ímãs.

Pescador de incertezas eu sou em tua lágrima irrequieta. Meu coração solitário teu relicário de rimas

pequena caixa secreta de tristezas onde me escondo do que procuras do que me animas

as loucuras tristes das certezas.



Imagem: Tarrafeiros do rio Mampituba, Torres, RS. Foto do autor.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

De todos os ritos de todos os ferros os que melhor nos prendem à rocha dos mitos são os os elos dos grilhões de Eros.

A vida é um punhado de átomos que a vida tomou emprestado do universo, mas logo devolve. Parece que é o tempo passando mas são só seus processos físico-químicos reagindo. Mesmo a eternidade dura pouco

Corra, corra, corra de tudo até à beira do nunca mais até chegares à fronteira do mesmo nada em que te esvais. Então salta em teu próprio abismo queda-te de joelhos, terno reza o silêncio ouro em seu